*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Ilhas cabo-verdianas da Boavista, Sal e São Vicente entre as 10 melhores em África

Ilhas cabo-verdianas da Boavista, Sal e São Vicente entre as 10 melhores em África

As ilhas cabo-verdianas da Boavista, Sal e São Vicente figuram entre as 10 melhores de África, segundo uma eleição feita pelo sítio de promoção turística Trip Advisor, cujo "top ten" não inclui mais nenhuma pertencente aos países africanos lusófonos.
 
A tabela dos melhores destinos turísticos africanos insulares é liderada pela ilha Maurícia, no seu todo, à frente das de Nosy Be (Madagáscar), Zanzibar (Tanzânia), Praslin (Seychelles) e Boavista, que ocupa o quinto lugar, à frente da do Sal, sétimo, e da de São Vicente, décima.
Tal como Cabo Verde, as Seychelles incluem três lhas no "top ten", com a de La Digue (sexto lugar) e a de Mahe (oitavo), enquanto a de Djerba (Tunísia), obteve a nona posição.
Segundo o Trip Advisor, as ilhas da Boavista e do Sal são considerados como destinos turísticos com popularidade crescente, principalmente devido à beleza das suas extensas praias de areia branca e pelo azul-turquesa das suas águas, que contrastam com a passagem agreste.
A somar estão ainda o "exotismo" das dunas de "Bubista" (Boavista) e as Salinas de Pedras de Lume (Sal), famosas pelos seus banhos "rejuvenescentes", além da Praia de Ponta Preta, também no Sal, cada vez mais procurada por amantes dos desportos náuticos do mundo inteiro.
Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano indicam que, no quarto trimestre do ano transato, 74,4% dos 8.179 turistas que entraram nos estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde foram para o Sal e Boavista.
A de São Vicente, que teve 6% do total de entradas, destaca-se por ser uma das mais cosmopolitas de Cabo Verde, com uma cidade do Mindelo a ostentar "uma das baías mais belas do mundo", com um centro histórico que evidencia "casas com traços coloniais dignas de contemplação".
Segundo o Trip Advisor, a ilha de Sãso Vicente torna-se ainda mais apetecida pelas noites, "famosas", em que o calor da música e a morabeza das suas gentes é o cartão postal.
A votação, segundo o Trip Advisor, contou com a participação de cerca de 128.000 internautas que escolheram as melhores ilhas a nível mundial para o Traveler's Choice Awards, e por continentes.
A eleição teve também como critério a quantidade e qualidade dos comentários.
Diário Digital com Lusa

Sem comentários: