*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*

MIL: Movimento Internacional Lusófono | Nova Águia


Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de uma centena de milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por mais de meia centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia. Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.
SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; NIF: 509 580 432
Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

NOVA ÁGUIA: REVISTA DE CULTURA PARA O SÉCULO XXI

Sede Editorial: Zéfiro - Edições e Actividades Culturais, Apartado 21 (2711-953 Sintra).

Sede Institucional: MIL - Movimento Internacional Lusófono, Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa).

Desde 2008"a única revista portuguesa de qualidade que, sem se envergonhar nem pedir desculpa, continua a reflectir sobre o pensamento português".

Colecção Nova Águia: https://www.zefiro.pt/category/zefiro-nova-aguia

Outras obras promovidas pelo MIL: https://millivros.webnode.com/

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

Nenhuma direita se salvará se não for de esquerda no social e no económico; o mesmo para a esquerda, se não for de direita no histórico e no metafísico (in Caderno Três, inédito)

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo (in Cortina 1, inédito)

Agostinho da Silva

domingo, 14 de julho de 2024

Prémios TABULA RASA: Festival Literário de Fátima 2024...

“A fuga de Frank”, de Ana Sofia Lopes

Justificação: Maria Luísa Francisco 
 
"Caderneta de Lembranças", de A.M. Pires Cabral
Justificação: António José Borges

 “Kant, Pensador da Terra”, de Leonel Ribeiro dos Santos


Justificação: Luís Lóia 


“Um cão no meio do caminho”, de Isabela Figueiredo

Justificação: Annabela Rita

Prémio Vida e Obra: José Carlos Seabra Pereira

Justificação: António Braz Teixeira

Novo Livro MIL "Fenomenologia da Religião", de José Enes...


 "Fenomenologia da Religião", de José Enes, Lisboa, MIL/ DG Edições, 2024, 126 pp.
ISBN: 978-989-35619-8-0

Para encomendar: info@movimentolusofono.org
Para mais informações sobre a sessão:

Também no jornal Público: "Bora lá indemnizar"

 

Os nossos “media” têm sido extremamente injustos para com o nosso Presidente da República a respeito das suas recentes declarações, em que defendeu a obrigação de Portugal “pagar os custos” por toda a nossa história imperial.

Como (quase) sempre, viram apenas a ponta do dedo – não para onde o dedo apontava. Ou seja, fizeram apenas as contas ao que nós teríamos a pagar e não, antes disso, ao que Portugal tem a receber.

Mesmo sem maioria parlamentar que se veja, é pois tempo deste novo Governo começar a agir. E já. Antes de mais, apresentando a factura ao Macron pelas “invasões francesas”. Depois, falando com a Meloni para acertar os custos do “império romano” entre nós. Quanto às “invasões bárbaras” que se seguiram, fazendo uma queixa “contra incertos” – com sorte, os alemães assumem a culpa. Eles estão habituados a isso.

Antecipando a resposta de que eles já têm saldada a sua dívida através da União Europeia, devemos então apostar em força nos países árabes, sobretudo nos Estados do golfo pérsico. Mais cedo ou mais tarde, deixa de haver petróleo e convém, o quanto antes, que estes Estados nos paguem os “custos” pela presença árabe no nosso território.

Também aqui podemos antecipar a resposta que nos darão: “sim, mas quando nós ocupámos o vosso território, Portugal ainda não existia”. E é aí que a posição do nosso Presidente da República virá em nosso socorro, para a contra-resposta que se impõe: “sim, mas o mesmo aconteceu em Angola, no Brasil, em Cabo Verde, na Guiné, em Moçambique, em São Tomé e em Timor, não falando agora de outros territórios…”. Siderados por tal evidência histórica, estamos certos de que farão imediatamente a devida transferência bancária.

No seu apoio parlamentar de geometria variável, o novo Governo poderá decerto contar com as partidos mais “à direita” para reclamar esses custos e com os partidos mais “à esquerda” para pagar, com juros, tudo o que nos é reclamado. No Brasil, já começaram a fazer as contas. De facto, quanto custa, no câmbio de hoje, a criação de um país imenso como é o Brasil? Dado que a “culpa” da criação do Brasil foi toda nossa, pagaremos metade do que recebermos dos árabes e ficamos quites. No final desta história, ainda ficaremos a ganhar. Graças a Marcelo.

Torne-se Sóci@ do MIL e receba "A Via Lusófona" como oferta...







Para aceder às fichas de Sóci@ do MIL:
https://movimentolusofono.wordpress.com/ser-socio-do-mil/

Ainda disponíveis: "Obras Escolhidas de Manuel Ferreira Patrício"

 

Manuel Ferreira Patrício, com os Coordenadores da Edição (Renato Epifânio e Samuel Dimas).
Foto de Rui Carapinha, da Associação Nova Cultura (Montargil).

Faça já a sua encomenda...

Para encomendar: info@movimentolusofono.org

Novo Livro MIL: "O Espírito Contemporâneo", de Eugénio Aresta...

 


"O Espírito Contemporâneo", de Eugénio Aresta, Lisboa, MIL/ DG Edições, 2024, 324 pp.

ISBN: 978-989-35619-2-8

Para encomendar: info@movimentolusofono.org


sábado, 13 de julho de 2024

Ainda não encomendou a sua NOVA ÁGUIA nº 33?...


Para encomendar: info@movimentolusofono.org

Novo Livro MIL: "Henrique Gabriel: Imagética do pensamento & pintura objectual de culto"

 

"Henrique Gabriel: Imagética do pensamento & pintura objectual de culto", Lisboa, MIL/ DG Edições, 2024, 160 pp.
ISBN: 978-989-35322-8-7
Para encomendar: info@movimentolusofono.org

Vamos Celebrar Camões: quando o Estado não o faz, a Sociedade Civil, em vez de se queixar, diz "Presente!"


X CILB: Colóquios Internacionais Luso-Brasileiros 

Artes & Letras em diálogo global: Camões, ontem e hoje!

25 - 29 de Novembro de 2024


Torquato Tasso considerou-o o único rival que temia e dedicou-lhe um soneto, Cervantes afirmou-o o "cantor da civilização ocidental", Friedrich Schlegel assinalou-o como expoente máximo na épica e August-Wilhelm Schlegel disse que “vale uma literatura inteira”… em Camões ressoa toda a literatura ocidental e o seu verbo repercute-se nas Letras e nas Artes que lhe sucederam. Referência identitária da comunidade portuguesa, em particular, com a qual o seu mito se entrelaça na morte (Almeida Garrett, Domingos Sequeira), informa, indelevelmente, as literaturas de uma lusofonia cuja geografia percorreu e agiganta-se na representação do Homem entre vida e morte, amor e sofrimento, guerra e paz, “numa mão, a espada e, noutra, a pena”. Camões foi vate de um mundo em transformação e é um Autor global de um mundo globalizado. É essa sua dimensão imensa nas Letras e nas Artes de ontem e de hoje que este encontro convida a perscrutar.


inscrição: info@movimentolusofono.org

mais informações: https://coloquioslusobrasi.wixsite.com/cilb2018

O MIL, a(s) Esquerda(s) e a(s) Direitas(s)...



José Pedro Zuquete, in Ideias e Percursos das Direitas Portuguesas, coord. de Riccardo Marchi, Lisboa, Texto Editora, 2014, p. 420.

Agostinho da Silva, primeiro inspirador da CPLP...

Cármen Maciel, "A construção da Comunidade Lusófona a partir do antigo centro", Tese de Doutoramento em Sociologia, Fac. Ciências Sociais e Humanas, Univ. Nova de Lisboa, 2010 (Tese vencedora da 4ª edição do "Prémio Fernão Mendes Pinto"), Lisboa, Instituto Camões, 2015, p. 50.

Novo Livro MIL: "Fernando Pessoa (Mestres da Língua Portuguesa)", de Jorge Chichorro Rodrigues....

 

"Fernando Pessoa (Mestres da Língua Portuguesa)", Lisboa, MIL/ DG Edições, 2024, 56 pp.

ISBN: 978-989-35619-7-3

Para encomendar: info@movimentolusofono.org