*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

terça-feira, 23 de outubro de 2012

FALECEU O DR. MANUEL LUCIANO DA SILVA, SÓCIO HONORÁRIO DO MIL


Vítima inesperadamente de um colapso cardíaco, deixou-nos ontem, para surpresa e consternação de todos quantos tiveram o privilégio de o conhecer.
O Dr. Manuel Luciano da Silva foi um ilustre Português com 86 anos, médico de grande prestígio formado com distinção pela Universidade de Coimbra em 1957, que dedicou a sua vida à investigação, à Medicina, à História, mas, sobretudo, à divulgação da IMPORTÂNCIA DOS PORTUGUESES NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE.
Como investigador e historiador deixa vasta obra publicada e foi o descobridor das primeiras provas documentais encontradas sobre a nacionalidade portuguesa de Cristóvão Colon, na Biblioteca do Vaticano.
Foi condecorado com o grau de Oficial da Ordem do Infante D. Henrique em 1968 e com o Grau de Comendador da Ordem de Mérito em 2011.
Residente nos Estados Unidos, onde liderou inúmeras instituições ligadas a Portugal, foi o único emigrante português que em vida teve um Museu com o seu nome e uma Associação Cultural com Estatuto de Utilidade Pública em território nacional.
Nascido em Cavião, Vale de Cambra, nunca abandonou a nacionalidade de origem e foi motor de construção do "Museu da Pedra de Dighton", em Massachusetts, dedicado às explorações e descobertas lusitanas nos séculos XV e XVI e que comprovam terem sido os portugueses os primeiros europeus a colonizar o continente americano.
Manteve durante mais de 30 anos programas semanais regulares em canais de Rádio e Televisão de língua portuguesa nos Estados Unidos.
Dava até agora quinzenalmente Consultas Médicas por videoconferência para as populações do seu Concelho de origem em Portugal e contribuiu com aconselhamento médico em direto para o serviço público de televisão (RTP) e para o canal privado SIC.
Alguns dos seus livros, nomeadamente sobre a Pedra de Dighton e sobre Cristóvão Colon, bem como o conhecido trabalho na área da medicina "A Electricidade do Amor", todos publicados tanto em português como inglês, esgotaram várias edições.
O cineasta português Manoel de Oliveira realizou um filme sobre a sua vida e obra, premiado na Bienal de Veneza em 2008.
As cerimónias fúnebres terão lugar na quinta-feira 25 de outubro, pelas 11:00 (16:00 em Portugal), na Igreja de Saint Elizabeth, na cidade de Bristol, Estados Unidos, onde vivia.
Entre nós, será celebrada uma Missa em sua honra às 19:00 de sexta-feira dia 26 de outubro, na Igreja de S. Pedro de Castelões, concelho de Vale de Cambra, a que pertence a aldeia de Cavião, onde nasceu há 86 anos.

Sem comentários: