*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Polémica sobre a Lusofonia chegou à Itália...

Fabrizio Boscaglia, in “Cenni sulla lusofonia”, Eurasia: revista di studi geopolitici, Parma, 3/ 2013, pp. 179-189.

3 comentários:

Korsang di Melaka disse...

Caro Presidente do MIL
Dr. Renato Epifânio

Chegou á Itália e será tema cada vez mais polémico a nível global, pois elevar a epopeia dos descobrimentos imortal na história do mundo, terá hoje mais do que nunca a urgente construção do mundo Lusofono.

Bem hajam aqueles que se unem contra todas adversidades, com uma força incrível de elevar o mundo da fraternidade.

Um forte abraço
Luisa Timóteo

Maria Afonso Sancho disse...

Boa!
Acho absurda, velha e caquética esta mania de "colónias" e de culpabilizar alguém pelo nosso passado.
Eram outros os tempos. Eram outras as mentalidades. Eram outras as maneiras de viver.
Chega de "crises de adolescentes" mal educados, em conflito com os pais que lhes deram a Vida!
O passado passou. O que está feito está bem feito. E pronto!
Ou vivemos no presente ou não vivemos.
Esta comunidade é boa para todos os integrantes. Se tivermos sabedoria para nos unirmos, respeitando-nos, contribuindo com o melhor de cada um de nós.
AbraçoMIL

Unknown disse...

Acho que o pensamento de Maria Afonso é muito lúcido e tem toda a actualidade perante todas as circunstâncias deste mundo. Temos que organizar o bloco lusófono e todos sairão a ganhar, com igualdade de direitos e deveres.
Por mim, digo que teremos de ultrapassar todas as vicissitudes do passado e que alguns ainda reparam para ele com mágoa. Há que pensar somente no futuro e será esse que interessará a todos.
Cumprimentos