*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

domingo, 29 de novembro de 2015

O Erro da Ciência Sobre a “Matéria Escura” do Universo

Perante a pergunta sobre as últimas investigações científicas realizadas no campo da Física Quântica Dan Baker encolheu os ombros indagando: Estará certo? Em resposta o professor Newton lembrou:- Deveis lembrar-vos dos importantes estudos realizados pelo conhecido cientista britânico de nome Paul Dirac que nos seus últimos de vida viveu nos Estados Unidos e ali desenvolveu importantes trabalhos em 1926, sobre uma versão da Mecânica Quântica que incorporava a Mecânica Matricial de Werner Heisenberg com a Mecânica Ondulatória de Erwin Schôdinger num único formalismo matemático. Dirac em 1928 desenvolveu a chamada Equação de Dirac, que descreve o comportamento relativístico do eletrão, tendo essa mesma teoria levado Dirac a prever a existência do positrão, a antipartícula do eletrão. Paul Dirac, juntamente com Erwin Schôdinger, em 1933 recebeu o Prémio Nobel da Física. Dirac nasceu em 1902 e veio a falecer nos Estados Unidos em 1984.

Carlos Newton prosseguiu no seu esclarecimento: - Graças aos trabalhos de Dirac que os atuais investigadores, principalmente na NASA fizeram importantes descobertas relativamente às ligações existentes entre a Antimatéria e matéria escura (energia escura) Igualmente os cientistas concluíram que a chamada “matéria escura” ocupa no espaço cósmico uma área superior à matéria por nós conhecida e que forma galáxias, estrelas, planetas e todos os demais corpos siderais como nuvens de gases, asteroides, cometas, etc., etc.!
  
Contudo, é importante destacar os trabalhos desenvolvidos por Kip Thorne, notável investigador na área da Física, nascido nos Estados Unidos em 1940 e que inspirado nos trabalhos de Schwarzschild sobre “os buracos de minhoca” ou “Ponte Einstein-Rosen”, tendo Kip Thorne imaginado a possibilidade da existência de um”wormhole transitável” na “garganta” de um Buraco Negro e aberto com “matéria exótica” (matéria que possui massa/energia negativa).

Entretanto, em parceria com outro cientista de nome Michel Morris, investigador da Universidade de Minnesota, idealizaram a “Fenda Espacial Morris-Thorne” como sendo um “wormhole” um “túnel” pelo “continuum espaço/temporal” que pode ser transformado em uma máquina do tempo e finalmente e já muito recentemente o ainda chefe da equipa de cientistas do Centro Espacial Kennedy, Joseph Walker, tem vindo a dar prosseguimento aos trabalhos de Kip Thorne, tendo a NASA, conseguido alcançar várias etapas de importantes desenvolvimentos da velocidade superior à velocidade da luz, designada por superluminal alcançada na base das “Ondas Gravitacionais” provocadas pela presença, principalmente, por corpos siderais de grandes dimensões! Aqui Carlos Newton suspendeu a já longa e importante exposição e encaminhou-se na direção de um quadro negro embutido numa das paredes da sala onde estava a ser realizada naquele momento a reunião e pegando num lápis de giz desenhou um quase perfeito círculo exclamando: - Vejam Companheiros! Trata-se de uma pirâmide hexagonal que geometricamente é um polígono regular que corresponderá à configuração da futura nave interestelar com velocidade superluminal a “Odysseus” e na qual uma equipa de cientistas irá deslocar-se junto do sistema estelar binário – T. Pyxidis para ali poder observar o grau de evolução das atividades de ambas as estrelas e suas possíveis consequências, caso uma delas venha a implodir ou a transformar-se numa supernova!
 
Nesta extraordinária viagem a NASA está contando com a colaboração dos Mestres Zoistas! De facto o nosso ISEA vai ter uma missão assaz importante neste notável empreendimento da NASA. Aqui Carlos Newton fez uma pequena pausa e respirando fundo prosseguiu na sua exposição.

 Caros Companheiros naturalmente sabemos que a Ciência na sua atualidade está contribuindo para uma falsa teoria no que diz respeito à origem e natureza da chamada “matéria escura” que nada tem de matéria e muito menos ser escura! Efetivamente e no plano científico a Ciência apenas acertou num princípio que está relacionado com a existência daquela no Universo e que constitui cerca de 95,1% do conteúdo total da massa-energia universais! De facto a sua presença poderá ser inferida a partir dos efeitos gravitacionais sobre a matéria visível como estrelas, galáxias, planetas e aglomerados de galáxias! Quanto ao resto trata-se de falsas especulações científicas! Na verdade essa mesma forma de energia universal prende-se com o Alfa e Ómega universais ou seja com a transformação da matéria e a evolução da Força (energia). De facto poderemos admitir que os 4,9% restantes dessa mesma massa-energia compreendem já os resquícios materiais na organização do próprio Universo na fase final da sua formação! Esta afirmação de Carlos Newton não surpreendeu os presentes uma vez que todos eles eram Mestres do Silêncio, dispondo do pleno conhecimento sobre as formidáveis energias de ordem superior que estavam presentes na realidade universal. Carlos Newton prosseguiu agora com uma conclusão ainda mais surpreendente: -

Certamente que todos nós sabemos de que a Ciência através da investigação da Física Quântica está abeirando-se sem ter a consciência de que se encontra na periferia dessa parte misteriosa do Universo que é precisamente a “energia ou matéria escura” que contém a “Causa Primordial” da razão da existência do próprio Universo que é precisamente a componente energética espiritual que na sua mais grosseira manifestação está traduzida nas famosas “ondas gravitacionais” de que fala o cientista Kip Thorne ” forças definidoras e dominadoras de tudo quanto existe!

Certamente que poderemos concluir que o relativo universo material (4,9%) ao qual pertencemos é efetivamente a ultima fronteira da transformação da matéria e da evolução da Força esta última sob as suas diferentes formas de energias vibratórias mais físicas, etéricas e menos ou mais espirituais! Realidades tais que todas ou quaisquer religiões antigas ou atuais nunca conseguiram explicar com exceção da Ciência que de forma lenta, incerta e sinuosa se vai apercebendo aos poucos e poucos podendo vir a concluir ainda que num futuro incerto de que a “morte não interrompe a Vida e a Vida existe fora da Matéria! É possível que estejamos já na fronteira de um Universo totalmente diferente e desconhecido ao qual a Ciência no presente está denominando de “Matéria Escura” que nada tem de matéria e muito menos ser “escura” tratando-se sim de um incomensurável oceano de luz e de energia onde se situam um número infinito de dimensões e nele coabitam vidas inteligentes altamente evoluídas espiritualmente! A Ciência chama a essa parte do Universo (cerca de 95,1% da sua totalidade de ” matéria escura” nada mais errado uma vez que para nós seres humanos envolvidos pela matéria grosseira a nossa capacidade sensorial não nos permite distinguir essa beleza de luz simplesmente assombrosa e indefinível e apresentando-se a mesma perante o nosso olhar ignorante e grosseiro como sendo “escuro e indefinido!” - Jacinto Alves

Sem comentários: