*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

domingo, 13 de abril de 2014

Prémio MIL Personalidade Lusófona 2013: Ângelo Cristóvão

Ângelo Cristóvão foi sócio fundador e primeiro Presidente da Associação Cultural Pró AGLP (Academia Galega de Língua Portuguesa), criada em Santiago de Compostela a 1 de dezembro de 2007, que veio a constituir, a 20 de setembro de 2008, em Santiago de Compostela, a Academia Galega da Língua Portuguesa, que assumiu a forma jurídica de Fundação, reconhecida pelo Ministério da Cultura da Espanha em 2011. Enquanto Membro da Comissão de Relações Internacionais da AGLP, negociou a candidatura da Academia para  “observador consultivo” da CPLP: Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

Depois de já termos premiado Lauro Moreira, Ximenes Belo, Adriano Moreira e, mais recentemente, Domingos Simões Pereira, ex-secretário-executivo da CPLP: Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a proposta do MIL para premiado deste ano é Ângelo Cristóvão, em reconhecimento de todo o seu incansável trabalho em prol do reforço dos laços entre a Galiza e a Lusofonia. A Galiza faz parte, por direito próprio, da Comunidade Lusófona, independentemente do seu estatuto político no Estado Espanhol, que não pomos em causa. Eis, a nosso ver, o que deveria ser igualmente reconhecido por todos os Estados da CPLP, a começar pelo Estado Português.

O prémio, patrocinado pelo Instituto Internacional de Macau, será entregue no dia 16 de Abril de 2014, na Sociedade de Geografia de Lisboa, no âmbito do II Congresso da Cidadania Lusófona.

19 comentários:

vitorino morgado disse...

COMO NÃO TIVE O PRAZER EM CONHECER O ILUSTRE HOMENAGEDDO - ÂNGELO CRISTÓVÃO, SUBSCREVO A PROPOSTA DA DIRETORIA EXECUTIVA, UMA VEZ QUE SEMPRE TEM PRIMADO POR DECISÕES ACERTADAS AOS PROPÓSITOS DA
M I L .

Mário NEGRÃO disse...

A PROPOSTA MERECE O MEU ACORDO

Eduardo Aroso disse...

Apesar de pouco conhecer da personalidade em causa, a julgar todavia pelo que é dito, e acreditando no conhecimento fundamentado da Direcção do MIL, estou inteiramente de acordo.

Abraço
Eduardo Aroso

João Paulo disse...

Estou de acordo.

Jesus Carlos disse...

Apoio inteiramente. Voto a favor.

Luís Agostinho disse...

Tendo em conta o que é apresentado no texto, estou totalmente de acordo!

Jorge da Paz Rodrigues disse...

Inteiramente de acordo, pois a distinção é bem merecida.
Abraços MIL
Jorge da Paz Rodrigues

Nuno Sotto Mayor Ferrao disse...

Não conhecendo a personalidade em causa, mas confiando no testemunho, da Direção do MIL, do seu empenho na promoção dos laços entre a Galiza e a Lusofonia, aprovo a proposta.

Cordialmente,
MIL-ilitante - Nuno Sotto Mayor Ferrão

Flávio Gonçalves disse...

Plenamente de acordo.

força nacional disse...

Excelente proposta.
Alexandre Banhos

Maria Afonso Sancho disse...

Acho uma otima ideia!
Além do mais adoro a Galiza e os galegos :)

Plácido Pérez Sanjurjo disse...

Muito bem.
Plácido pérez

cvr disse...

Estou de acordo e felicito a ideia.
Carlos Vieira Reis

Korsang di Melaka disse...

Se a Língua Portuguesa, a Sociedade Civil e a CPLP se fundem num sentimento único "A LUSOFONIA", faz todo o sentido a proposta.
O nosso reconhecimento, apreço e gratidão a ÂNGELO CRISTOVÂO.

Um fraterno abraço da Korsang di Melaka
Luisa Timóteo

Anónimo disse...

Sou de uma geração q saltava por cima de Espanha e ia para Paris. Por mim, viagei antes bastante por Espanha e só depois fui a Paris. E a Galiza sempre foi, e continua a ser, para mim um lugar de eleição.
Que seja atribuído o prémio a um galego.

Almerinda Teixeira

Cirilo disse...

Parabéns pela escolha dos filhos da lusofonia - livro aberto ao mundo que todos podem ler.

Avante lusofonia, sou
Um abraço,
Cirilo

Nova Águia disse...

Como galego, como amigo e partícipe de muitos projectos animados pelo Ângelo Cristovão, destacado ativista do ideário lusófono e da língua portuguesa na sua dimensão como ferramenta de comunicação internacional, não posso mais que estar de acordo no merecido e oportuno e orgulhar-me desta proposta para Prémio MIL Personalidade Lusófona.

Saúde,

Ernesto Vázquez Souza


Concordo!

Parabéns ao homenageado!
Abraço amigo,

Garcia Leandro

Paulo Pereira disse...

Totalmente de acordo!

V. Fortes disse...

Está escolhido pelo mérito descrito, pelo que subscrevo.