*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

terça-feira, 17 de abril de 2012

Primeiro Roteiro Lusófono na cidade do Porto organizado pelo MIL Norte

No passado dia 14 de Abril de 2012, Sábado, entre as 9h30 e as 13h, foi realizado o primeiro Roteiro Lusófono da cidade do Porto, em que o objetivo principal foi o de evidenciar a grande ligação histórica desta cidade Invicta com o Brasil. Estiverem presentes cerca de 30 pessoas, entre os quais um número apreciável de cidadãos Brasileiros interessados no reforço dos laços Lusófonos entre todos os Países e regiões do mundo que falam a língua Portuguesa.
O ponto de encontro deste primeiro Roteiro foi o da entrada principal da Igreja da Lapa, sendo que o programa do mesmo foi constituído pela visita aos seguintes locais:
1º) Interior da Igreja da Lapa: Visita guiada pelo Prof. Dr. Francisco Ribeiro da Silva, Mesário do Pelouro da Cultura da Venerável Irmandade da Nossa Senhora da Lapa, em que se deu especial enfoque aos factos históricos que envolveram a criação da Irmandade (criação essa que teve fortíssimas ligações ao Brasil) bem como a guarda da relíquia que é o coração do Rei D. Pedro IV de Portugal/ Imperador D. Pedro I do Brasil, legado pelo próprio em testamento à cidade do Porto. O mausoléu que guarda a relíquia apresenta de um lado a bandeira de Portugal e do outro a bandeira do Brasil;
2º) Cemitério da Nossa Senhora da Lapa: Visita guiada pelo Prof. Dr .Ribeiro da Silva, Mesário do Pelouro da Cultura da Irmandade da Nossa Senhora da Lapa onde respeitosamente e num contexto de homenagem visionamos o jazigo do escritor Camilo de Castelo Branco, que como é conhecido teve sempre uma grande relação com o Brasil (tendo inclusivamente recebido a visita do Imperador D. Pedro II do Brasil por ocasião da sua vinda ao Porto e mais tarde, o Imperador já destronado, volta a visitar o escritor);
3º) Exterior do Mirante no monte de Lapa (ex. Monte Germalde), utilizado nas lutas liberais por D. Pedro IV/Imperador D. Pedro I para avistar as movimentações das tropas;
4º) Exterior do Quartel General na Praça da República utilizado igualmente por D. Pedro IV por ocasião das lutas liberais;
5º) Interior do Grande Hotel do Porto, nomeadamente a sala Imperador D. Pedro II. Neste Hotel estiveram hospedados o Imperador D. Pedro II do Brasil e Imperatriz, sua esposa, D. Teresa Cristina de Bourbon, tendo esta falecido neste Hotel, em 28 de dezembro de 1889, vítima de doença. Esta visita foi guiada pelo escritor Brasileiro Dr. Danyel Guerra, autor da obra “Tomás Gonzaga – em busca da musa Clio”.
No final desta erudita e fraterna confraternização entre os vários participantes Portugueses e Brasileiros, ficou-se com o sentimento de que efetivamente existe uma ligação umbilical entre Portugal e o Brasil e que o DNA dos dois povos é praticamente o mesmo, existindo pois um caminho natural de convergência Lusófona que deve ser crescentemente reforçado por todos.

Algumas fotos do evento










Sem comentários: