*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

18-22 Novembro | Festival Tabula Rasa, co-organizado pelo MIL e pela NOVA ÁGUIA...


Festival Literário de Fátima
1ª Edição | 18 a 22 Novembro de 2015

Decorre na segunda quinzena (18-22) de Novembro a primeira Edição do Festival Literário Tabula Rasa, uma co-organização do MIL: Movimento Internacional Lusófono e da Revista “Nova Águia”, em parceria com as autoridades locais (Junta de Freguesia de Fátima e Câmara Municipal de Ourém) e em associação com uma vasta série de entidades: Academia Lusófona Luís de Camões, Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo, Associação Coração em Malaca, Associação 8 Séculos de Língua Portuguesa, Academia Pró-Academia Galega de Língua Portuguesa, Casa de Goa, Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora, Fundação Lusíada, Instituto Fernando Pessoa, Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, Instituto Internacional de Macau, Liga Africana, Sociedade Histórica da Independência de Portugal, Sociedade da Língua Portuguesa e Sphaera Mundi: Museu do Mundo.
Os Festivais Literários tendem a impressionar pela “espuma”. Este, porém, irá privilegiar a “espessura”, a “profundidade”. Mais do que um Festival Literário, este será sobretudo um Festival de Ideias – por isso, não por acaso, o tema será a “Relação entre a Literatura e a Filosofia”. Para tanto, convidámos um amplo leque de personalidades que farão essa ponte – não apenas entre Literatura e Filosofia, como entre as diversas culturas de língua portuguesa. Daí a estrutura do Festival: que alternará nove painéis “Entre Literatura e Filosofia” com quatro mesas-redondas que se debruçarão sobre o panorama cultural de cada um dos países e regiões do amplo e plural espaço lusófono, a começar logo no dia 18, com a presença de Fernando Dacosta, Narana Coissoró e Carlos Ximenes Belo.
No segundo dia, teremos alguns convidados internacionais – nomeadamente, Maria Amélia Barros Dalomba, da Liga Africana (Angola), Elter Manuel Carlos, um dos mais promissores investigadores de Cabo Verde, e Constança Marcondes César, uma das mais consagradas filósofas brasileiras. Estes dois autores, de resto, apresentarão no terceiro dia as suas mais recentes obras: “Filosofia, Arte e Literatura” e “Olhares Luso-Brasileiros”, respectivamente. No quarto dia, será a vez de ser apresentado o décimo sexto número da Revista “Nova Águia”, que destaca a figura de Sampaio Bruno, uma das figuras maiores da Filosofia Lusófona, por ocasião dos cem anos do seu falecimento. No último dia, finalmente, realizar-se-á a entrega dos prémios “Obras Tabula Rasa 2014-2015” – nas seguintes quatro categorias: Literatura infanto-juvenil, Poesia, Ficção e Filosofia –, encerrando-se o Festival com a entrega do Grande Prémio “Tabula Rasa - Vida e Obra” a Eduardo Lourenço.

Sem comentários: