*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

sábado, 23 de agosto de 2014

Indonésia prepara-se para formalizar pedido de estatuto de observador na CPLP

 


Indonésia prepara-se para formalizar pedido de estatuto de observador na CPLP

 

A Indonésia vai formalizar um pedido de estatuto de observador associado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) nas «próximas semanas ou meses», disse hoje à agência Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros da Indonésia, Marty Natalegawa.

O ministro indonésio fez saber que esse passo depende apenas daquilo que forem os procedimentos necessários, admitindo desconhecer todas as possibilidades de participação e, como tal, não descartando um eventual pedido de adesão como membro permanente.
O desejo de a Indonésia vir a ser observador associado foi inicialmente manifestado em 2008, pelo então embaixador da Indonésia em Portugal, Francisco Lopes da Cruz, mas nunca houve uma formalização dessa intenção.
Diário Digital / Lusa

1 comentário:

João Paulo Barros disse...

Eu gostaria de fazer uma pergunta àqueles que descreem na CPLP. Por que a CPLP é tão atraente a países onde não se fala português como língua oficial, como a Namíbia, a Geórgia, a Turquia, o Senegal, o Marrocos, o Japão, a Austrália, a Ucrânia, a Índia, etc? É porque a CPLP é algo de grande valor. :)