*É um Lusófono com L grande? Então adira ao MIL: vamos criar a Comunidade Lusófona!*
BLOGUE DO MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO

Participe também nas nossas páginas "facebook":

http://www.facebook.com/groups/2391543356/
http://www.facebook.com/groups/168284006566849/

E veja os nossos vídeos:
http://www.youtube.com/movimentolusofono

Apoiado por muitas das mais relevantes personalidades da nossa sociedade civil, o MIL é um movimento cultural e cívico registado notarialmente no dia quinze de Outubro de 2010, que conta já com mais de 40 milhares de adesões de todos os países e regiões do espaço lusófono. Entre os nossos órgãos, eleitos em Assembleia Geral, inclui-se um Conselho Consultivo, constituído por uma centena de pessoas, representando todo o espaço da lusofonia.
Defendemos o reforço dos laços entre os países e regiões do espaço lusófono – a todos os níveis: cultural, social, económico e político –, assim procurando cumprir o sonho de Agostinho da Silva: a criação de uma verdadeira comunidade lusófona, numa base de liberdade e fraternidade.

SEDE: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, nº 11 (1150-320 Lisboa)
NIB: 0036 0283 99100034521 85; IBAN: PT50 0036 0283 9910 0034 5218 5; BIC: MPIOPTPL; NIF: 509 580 432

Caso pretenda aderir ao MIL, envie-nos um e-mail: adesao@movimentolusofono.org (indicar nome e área de residência). Para outros assuntos: info@movimentolusofono.org. Contacto por telefone: 967044286.

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"

"Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa"
Trata-se, actualmente, de poder começar a fabricar uma comunidade dos países de língua portuguesa, política essa que tem uma vertente cultural e uma outra, muito importante, económica.

A direita me considera como da esquerda; esta como sendo eu inclinado à direita; o centro me tem por inexistente. Devo estar certo.


Agostinho da Silva

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

3ª edição do FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

As longas-metragens “O Palhaço” (Brasil), “Riscado” (Brasil), “Clara Sabura” (Guiné-Bissau) e a curta “Revolução nos Rabelados” (Cabo Verde) estão entre os primeiros títulos a ser seleccionados para as secções de competição da 3ª edição do FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que decorre de 9 a 16 de maio, no Cinema São Jorge em Lisboa.

“O Palhaço”, dirigido e protagonizado por Selton Mello, estreou nas salas brasileiras em outubro de 2011 e já foi visto por mais de 1 milhão de espetadores. O filme conta a história de Benjamim (Selton Mello) e Valdemar (Paulo José) que formam a fabulosa dupla de palhaços Pangaré e Puro Sangue.

Com direcção e produção de Gustavo Pizzi, “Riscado”, a primeira experiência do cineasta na direcção de longas-metragens de ficção, acompanha a vida de Bianca, uma actriz à procura de uma oportunidade, que sobrevive a imitar divas do cinema, até que um casting para uma grande filme internacional muda a sua vida.

Dirigido pelo guineense José Lopes, “Clara di Sabura” (ou Clara das Festas) foi inspirado num poema do jornalista Mussá Baldé e pretende sensibilizar as gerações mais jovens para a importância dos estudos e de se prepararem para o futuro.

Na competição de curtas-metragens, o documentário “Revolução nos Rabelados”, de Mário Benvindo Cabral, debruça-se sobre as tradições de uma comunidade religiosa cabo-verdiana que, na década de 40 do século XX, ficou conhecida como “Os Rabelados”, ao escolher uma vida de isolamento social que lhes permitisse seguir as suas crenças religiosas.

Nesta 3ª edição, o FESTin dará especial destaque à cinematografia brasileira no âmbito das comemorações do Ano do Brasil em Portugal, e passará a integrar anualmente a Mostra de Cinema Brasileiro, anteriormente produzida pela Fundação Luso-Brasileira.

Notícia - Redacção NL Diana Ribeiro/ Assessoria Imprensa FESTin

Sem comentários: